Escrevinhar(Te) | Texto da Sara Júnior

Olá Diamond´s como estão? Hoje tenho o texto da Sara relativamente ao nono desafio do Escrevinhar(Te) e sim refiro novamente que estou atrasada em relação às publicações dos desafios e ao colocar no blog por isso peço desculpa.

Deixo-vos o texto da Sara e espero que gostem 🙂

Os amantes da Rainha

Das duas da tarde já se passava e o rei passeava por Mafra com uma das suas amantes. Uh, mal sabia que, a sua esposa e rainha fazia o mesmo, mas com o seu amante. João Francisco António José Bento Bernardo, rei de Portugal e Algarves e de um vasto reino pra’lém mar era casado com Dona Maria Ana da Áustria. Este rei sempre fora conhecido pelo grande luxo que, desde sempre, dispusera e pela sua grande quantidade de amamentes, sendo a mais conhecida Madre Paula, do Convento de Odivelas. O que era menos esperado, no meio de toda esta encruzilhada de histórias era que, por trás de todas estas houvesse ainda outra. A história da rainha e do seu amante. Uma história de amor genuíno, puro e verdadeiro.

– Passear por Mafra acaba por ser um tanto ou quanto perigoso, é muito provável que, neste preciso momento o meu marido esteja a cometer o mesmo crime que eu. Bem, o mesmo crime talvez não, todos os seus amores são luxuriantes, à base de levar as freiras para a cama e brincar um pouco com elas, depois farta-se. Mas nós… Nós temos um amor verdadeiro, nada dessas patetices de rei – Comenta Dona Maria Ana para o seu amante, José Francisco de Almeida.

-Mari’Ana, minha querida, não seira melhor retirarmo-nos para outro lugar? Se nossa majestade nos encontrada, assim, deste modo…- Lamenta-se José Francisco

-Mas para que lugar nos poderemos retirar? Mafra é uma vila pequena, e estamos apenas de passagem, não temos uma casa, um jardim ou qualquer lugar mais recatado da vista do mundo.

Apesar de Maria Ana querer estar com o seu amado, os riscos eram muitos e descobrir que a rainha traia o rei seria um escândalo. Como é óbvio esta “relação” não tinha futuro. Mas oh, o amor…

– Quando voltar para Lisboa será muito mais fácil meu querido José Francisco! Nos momentos em que me desloco aos conventos e igrejas posso fazer um pequeno desvio para o visitar. Sempre em lugares diferentes para as minhas acompanhantes não desconfiarem e se iniciarem boatos. Vai ser complicado, mas, o amor, tudo vence!

Dona Maria Ana viera com o Rei D. João fazer uma visita a Mafra para terem conhecimento do avança das obras do convento e palácio. Maria Bárbara havia ficado em Lisboa ao cuidado das amas, sendo que assim se tornavam mais fáceis as escapadelas da rainha. Esta relação de amor puro entre a rainha e José Francisco já durava há alguns anos, com encontros ocasionais, muito raros, pois era algo bastante difícil. Coisa que ninguém sabia era da possibilidade de Maria Bárbara ser filha de José Francisco e não do rei…

Sara Júnior

desafio 9

 

O tema deste desafio era relativo a tempos antigos como podem ver pela escrita, um romance histórico. E achei que se enquadrava muito bem e a forma como foi escrita parecia mesmo de um livro ou de alguém do tempo histórico.

Parabéns Sara pelos excelentes textos, continua ! Um beijinho a todos

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s