Casamento que não salva, só as condena para a vida

Olá !! Hoje vamos falar de um assunto que infelizmente encontra-se escondido dos nossos conhecimentos, do nosso interesse, e por vezes da internet. Os casamentos infantis ou mesmo a expressão que escolhi para o título “Casamento que não as salva, só as condena para a vida” (irei passar a explicar no fim do post), mesmo de pouco conhecimento é muito frequente em alguns países , e ao ler notícias deste calibre faz-me especialmente sentir nojo por estes homens que fazem tal maldade para com estas pequenas crianças que ainda tanto tinham para viver.
Uma realidade que certamente se desconhece é a quantidade de casamentos que existe a cada 7 segundos por todo o mundo , e o quanto meninas menores de 15 anos são obrigadas a casarem-se com homens bem mais velhos.
Os casamentos infantis são bastante “praticados” e aceites em algumas partes do mundo como África, Sul da Ásia,Sudeste e Leste da Ásia, América Latina e Oceania.
Vou aqui mencionar algumas causas e as suas consequências, e falar especialmente de países como a Índia e o Paquistão.
As causaspara a existência destes casamentos passa por: Dote e compra da noiva,perseguição, migração forçada, escravidão,medo, pobreza,pressões sociais, religião, direito civil e a política.
No caso da Índia, registas segundo a UNICEF que em 2009 , 47% das mulheres com idades entre 20-24 anos casaram-se com 18 anos e que 56% casou-se antes da idade legal em territórios rurais.
No caso do Paquistão, segundo dados de 2013 os casamentos com meninas menores 18 anos em mais de 50%. E que meninas dos 8 aos 13, sendo um pouco desconhecido o número exato, supõe-se um número superior a 50% nas zonas mais a norte do paquistão.
As consequênciasdo casamento infantil: Tem consequências duradouras como por exemplo engravidar muito cedo e por vezes com um pouco espaçamento entre as crianças. Os casamentos mais cedo ,podem seguir-se de uma gravidez pode aumentar o isolamento destas jovens e várias complicações durante o parto. As meninas em casamentos estão mais sujeitas a sofrer , violência doméstica, abuso sexual infantil etc.
*Atualmente no Paquistão, já se deu um passo considerável ou conseguir-se criar uma lei que vai condenar todos os homens que se casarem com meninas menores de 16 anos e terão pena máxima de 10 anos de prisão e ainda terão de pagar uma multa.
E na Índia , temos a prova viva de que isso ainda é aceite e talvez visto como algo bom… Dou-vos um exemplo, à cerca de quatro anos atrás uma menina de nome Rawan que tinha apenas 8 anos e fora forçada a casar com um homem de 40 anos e como não resistiu acabou por falecer.
*Um facto desconhecido e a que o mundo fecha os olhos tanta vez mesmo sabendo que estes acontecimentos não terão fim até que alguém não se fizer ouvir e conseguir impor leis que proíbam estes casamentos, existirá muitas mais meninas ainda muito novas a casar com homens para muitas vezes serem seus avôs ou bisavôs e acabam por falecer a conta do quanto sofrem por estupro e violência. O brasil também se encontra na lista dos países onde a taxa de casamentos infantis é bastante elevada.
 
* Passo a explicar a expressão.. Durante as longas horas de pesquisa para a realização desta publicação encontrei variados links onde muitos diziam a mesma coisa, e uma delas suscitou a minha curiosidade, essa expressão!
E porque essa expressão? Porque desde cedo estas meninas passam por ser vendidas pelos familiares, serem obrigadas a casar com o homem que as violou, serem vendidas para casamentos onde acabam por ficar viúvas cedissimo, como muitas delas casam com 5 / 8 anos de idade saiem da escola e assim condiciona-lhes todo o processo de ensino o que as torna demasiado vulneráveis aos seus maridos. Quando se tornarem viúvas não poderão trabalhar pois nunca tiveram o tempo de ensino necessário e vão acabar por cair na pobreza junto com os seus filhos.
No meu ponto de vista o que mais me revolta é o facto de haver países onde já se proíbe esses casamentos porém ainda continuam a existir e mesmo as autoridades competentes por vezes não atuam deixando meninas desprotegidas ou mesmo não chegando a tempo de as salvar.
O número exorbitante de meninas obrigadas a casar por ano chega a atingir os milhões , e adora saber o que tanta gente que por ai anda tem na cabeça? Será que naqueles países ninguém é suficientemente humano para perceber o que aquelas meninas estão condenadas, de que elas merecem tudo na vida e não merecem ser presas a um homem de tal idade e muito menos ser vendida pela familia. Acho que todos somos humanos e isso faz com que seja uma condenação aos direitos humanos , mesmo nos países que já se vai conseguindo aos poucos e poucos leis isso não é tudo, é só um inicio,não impede que se for necessário na terrinha ao lado continue a existir esses casamentos e meninas a falecer por sofrerem abusos nas mãos daqueles homens nojentos.
Espero que gostem do post.. Não me irei alongar mais pois certamente perceberam o quanto este tema é revoltante e de uma crueldade para com estas crianças que me deixa incapaz de poder continuá-lo..
Beijinhos 

Anúncios

10 thoughts on “Casamento que não salva, só as condena para a vida

  1. Gostei imenso do post! É muito raro vermos pessoas pela blogosfera a falarem sobre este género de assuntos tão importantes. Li há uns tempos um livro que falava um bocadinho deste assunto, ''A Filha do Pecado'', e este livro ajudou-me a entender melhor o porquê desta situação não se resolver: pelo simples motivo de que para eles isso é uma coisa totalmente normal e é até considerado uma sorte as raparigas mais pobres ou orfãs conseguirem casar com um homem mais velho. Infelizmente esta é a realidade e este género de problemas só se vai resolver quando todas as pessoas tiverem acesso à educação.
    Beijinhos

    Gostar

  2. É algo que acontece no mundo e muitas pessoas esquecem-se. É grave, muito grave. Estão a tirar-lhes a oportunidade de aproveitar a vida, de aproveitar a infância e tudo mais. Não se ouve falar destes temas nos blogs e muito menos nas notícias. Se falam, é apenas notícias de 3 minutos e mais nada. Ninguém faz nada para ajudar estas meninas, e pior, parece que esquecem-se delas e do seu sofrimento. É deveras ridículo pensar numa sociedade assim.

    Muitos parabéns pelo post! Precisámos de mais posts assim nos blogues!

    http://thelittleangieblog.blogspot.pt/

    Gostar

  3. Olá, sim é verdade eu vi essa publicação numa noticia no facebook e pensei que seria um bom tema para os blog porque nunca antes vi tal coisa em outro blog.
    Concordo totalmente contigo, ninguém se preocupa com isto que é de elevada preocupação, coitadas destas crianças que infelizmente não tem escolhas muitas vezes. Também como outra menina comentou acima, as vezes também pode ser positivo porém elas acabam por falecer por serem vitimas destes 'animais' (que nao tem outro nome) .
    Muito obrigada !!
    Beijinhos

    Gostar

  4. Olá, fico eu tu e muita mais gente que quando ve tais coisas apetece lhes fazer tudo o que estiver ao nosso alcance mas depois pensamos 'por onde havemos de começar?' 'será que nos vão dar ouvidos quando mencionarmos isto?' 'será que existirá pessoas no poder que se importam com isto?' 'quais os riscos para estas crianças se tentarmos impedir estes casamentos?'… São questões que tomam conta das pessoas que desejam fazer algo, neste caso eu gostava muito de poder ajudar crianças quando tiver hipoteses, porém são nos paises de mais conflitos que estas situações acontecem, e onde se qualquer pessoa tentar atuar poderá ter consequencias..
    Doi ver o quanto omitem certas coisas tal como as que mencionaste de dizerem que avançamos duma maneira x e se “escavarmos” sabemos perfeitamente que existe tantas coisas más como esta que ainda continuam a acontecer.

    Beijos

    Gostar

  5. Olá!
    Os números associados a este tema são assustadores. E, infelizmente, há tantos mais que se desconhecem…
    É triste isto ser uma realidade. No entanto, é dificil combater costumes já enraizados. Há que ter esperança de que, aos poucos, vamos progredindo para um futuro melhor!
    Beijinhos*

    Gostar

  6. Eu, por acaso, já ouvi falar vários vezes sobre o assunto e há realmente coisas que se estão a tentar fazer para impedir que este tipo de situações seja tão frequente… Infelizmente, é impossível chegar a todo o lado e torna-se uma triste e lamentável realidade, pois estas crianças perdem completamente o sentido de escolha e têm de crescer muito antes do seu tempo… :/
    Até se mudarem muitas mentalidades, vai ser muito difícil erradicar este problema, mas não é por isso que devemos desistir, muito pelo contrário! As grandes mudanças que se dão na sociedade não acontecem de um dia para o outro! Basta irmos lutando pouco a pouco, tal como estás a fazer!
    Muitos beijinhos!

    A Rapariga Eclética | Facebook | Instagram

    Gostar

  7. Pois infelizmente isto acontece muito… é triste ver como algumas ditas “culturas” têm estas tradições, não faz sentido e é desumano, as crianças têm é de ser crianças e aproveitar enquanto podem porque a vida nunca é fácil. Um homem de 40 anos pensar sexualmente numa criança já é perturbante o suficiente e ainda as matam da violência… é mesmo triste :'( Quando dizes que gostavas de saber o que vai na cabeça daquelas pessoas acho que tem uma e única simples razão, o ser hábito, ou seja, a realidade deles é aquela, gerações e gerações tiveram estes casamentos arranjados e nem sabem que existe outro tipo de casamento como o que nós estamos habituados a ver, acho que acaba por ser um pouco assim, é como se costuma dizer “o que os olhos não vêm o coração não sente”, tal como as crianças em África mais do que pobres, elas são felizes e não se acham pobres porque não sabem que há mais do que aquilo que têm.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s