Preciso perder, para dar valor

Eles eram felizes, apesar da maneira estranha eles se completavam. Não dizem que os opostos se atraem? Foi exatamente o caso daqueles dois seres humanos que se amavam.
Quando se conheceram , para ela era apenas um rapaz porque ela era tão frágil , ainda tinha muito pela frente até conseguir colar cada pedacinho do seu coração estilhaçado. E ele? Era lindo demais para poder ser dela, ela não conseguia acreditar que ele poderia ser seu se ela o quissesse.
Ele gostava dela, só ele o sabia e sabia que a única forma de concertar o que aquele canalha antes dele tinha feito, era ser o que nunca tinham sido para ela.
E ele foi tudo isso, ele conseguiu. Conseguiu o seu coração, conseguiu ver o primeiro sorriso sincero quando ela parou a olhar pra ele . Conseguiu ver as suas maças do rosto coradas por estar a seu lado. Todos os dias eu sonhava que um dia poderia estar do teu lado, com os nossos dedos entrelaçados e dizer que ele era meu para o mundo.
Mas enganei me, iludi-me uma vez mais…
Foi um dia naquele lanche que combinamos no café, que o deixei lá sozinho, após ter descoberto tudo o que ele preferiu esconder-me sempre. Apenas consigo perguntar me , onde falhei, onde pude acreditar tanto assim ? Como ele se pode aproveitar de mim.. Quando o deixei entrar no meu mundo, onde era pra ninguém entrar até ter certezas de que seria de confiança.
Eu amava-o e ele também. Mas o que mudou?
O que mudou para o seu olhar não ser mais o mesmo, mas sim um olhar vazio? Pra o seu abraço não ser mais o mesmo , era aquele que eu preferia sempre que corria para os seus braços, mas isso mudou. Ele era o meu dia, em todo o lado só nós , eu achava que estava tudo bem. O que mudou para que não atendesses mais as chamadas ao primeiro toque mas sim ao quarto ou quinto? Pra me evitares a todo o custo?
Começaste a não me ouvir quando eu me entusiamava, eu sabia, mas continuava a minha tagarelice porque sentia-me animada. Enquanto tu estavas no telemóvel, sabe-se lá a falar com quem, na verdade o meu coração chorava por dentro apercebendo-se da dor que me causavas,mas permanecia em silêncio pensando na melhor forma de ser capaz de tomar uma decisão.
A sair mais com os teus amigos dum dia para o outro, a ignorares a minha chamada, a minha mensagem de bom dia ou de boa noite, quando te chamava no corredor da escola, quando eu ia na tua casa.
Apenas pedia-te uma resposta para a tua ausência repentina , para a dor que me fazias sentir sempre que isso acontecia era como uma facada no coração, como se sentisse tudo há minha volta a ser como foi antes daquela vez estúpida em que tu surgiste e mudaste tudo… Que agora está de novo em mudança!
Precisavas que fosse eu a tomar esta decisão de deixar de sermos nós, pra ser apenas eu. Precisavas de me ver escolher caminhar sozinha do que contigo, precisavas de me ver ali no outro lado da rua ,vendo que estou em baixo para te mentalizares do quanto falhaste comigo. Precisavas… Mas agora esse teu arrependimento de que vale? Foram mentiras atrás de mentiras, como posso acreditar numa pessoa assim?
Dói, dói demais mas preciso de ser eu apenas , e tu seres tu. Não são 10 mensagens em 5 segundos que me farão perceber que existes ,quando pra ti eu deixei de existir e apenas fazia parte de ti quando não tinhas ninguém.
Agora perdeste a corrida, porque eu já não serei a mesma pessoa, contigo sem dúvida. Serei eu mesma, a enfrentar o mundo, a curar a ferida que deixaste marcada em mim pra sempre.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s