Temporada 2

Hoje consegui publicar a segunda temporada da minha fanfic, que estava a escrever no Wattpad. Ao fim de 100 capítulos, que em cada um teve muito de mim, que dediquei me bastante posso dizer que cheguei longe.
Tenho de agradecer a cada pessoa que me ajudou a chegar onde cheguei, sem elas não ia conseguir publicar a segunda temporada.

Espero que gostem

Aqui fica o Primeiro Capítulo

(Kelly)
Foi sem dúvida um reboliço de emoções. Desde da minha infância,até ao inicio da minha vida como adulta.Acabou por aparecer a Joana. O Shawn voltou a aparecer e ainda bem pois não penso deixá-lo ir. Aos momentos menos bons em que me levaram a minha filha. Ao aparecimento de mais uma criança fruto de uma traição de anos atrás, agora também minha filha. Vou ajudá-la, não só pelo pedido da mãe dela antes de morrer, mas por senti la como se tivesse nascido de mim.  Contudo, foi também estranha a minha aproximação há Theresa, coisa que eu nunca podia adivinhar que viria a acontecer na vida.  Finalmente posso dizer que estou feliz com a minha familia.  Nasceu hoje o elemento mais novo, o Rodrigo com 3,500 kg, mais um amor nas nossas vidas.
(Shawn)
Podem acreditar, a luta que foi para chegar até aqui? Ser o Shawn Mendes não é fácil, já sou velho mas muitas pessoas continuam a gostar de mim. Tenho de agradecer a cada uma, que me ajudou a crescer e a poder chegar aqui e tornar me melhor, acho que sem o apoio deles isto não seria possível. Com tudo o que já passei, hoje tenho total certeza que tenho de aproveitar ao máximo todas as coisas que a vida me possibilita como se fosse a última vez. Ser pai de 3 crianças é a melhor coisa, pois finalmente consegui que viesse um rapaz . Ter um pilas é a melhor coisa. Poder ter um rapaz para poder jogar ha bola, ir ás discotecas, dar conselhos sobre as meninas.
É difícil.. é muito difícil. Ainda não dá para aceitar muito bem, mas na verdade não quero que a minha filha ande triste por causa de um erro meu.  Vou ter de por o meu orgulho de lado como tenho feito estes meses que já passaram, e que vejo que ela está feliz independentemente de ser com o canalha do meu irmão. Isto é surreal, porque é o meu irmão meu deus..o meu irmão.. Mas se eles estão felizes espero que assim continuem senão não  vou responder por mim mesmo
Vê los aos beijos e de mãos dadas, ai deus o meu sangue ferve logo na hora .. dá me uma vontade danada de lhe ir á focinha e separa los, mas tenho de me conter. A minha mulher e a minha mãe já me avisaram que não posso ser assim. Que não posso impedir a felicidade dela, que não posso impedi las de voarem e de irem as vidas delas. Que não sou eu que mando nos corações delas.
(Diana)
Estou muito feliz, por finalmente poder ser feliz com quem amo . Poder amar livremente. Posso ama lo, sem ter de fugir, sem ter de guardar apenas os sentimentos para mim e poder demonstrar ao mundo o que realmente sinto e isso faz me sentir tão diferente.  Em relação ao meu pai, sei que ele aparenta aceitar e fica todo quieto lá no canto dele, mas na verdade eu sei que ele não aceita. Que se ele pudesse ja tinha dado cabo dele, mas ele não vai fazer tal coisa porque quer que eu seja feliz. Faz me assim aprender a mensagem, de que não devemos desistir nunca dos nossos sentimentos. Ao olhar de muita gente tenho todos os nomes e mais alguns, todos aqueles olhares que são absolutamente desconfortáveis mas sei que com a pessoa que eu amo serão apenas pessoas com inveja da minha felicidade. Não consigo entender porque as pessoas são tão rudes ao ponto de não quererem ver a felicidade dos outros.
(Joana)
Há não, eu tinha de entrar nesta parte da história, é uma parte brilhante deus. Sim eu tenho ciumes da minha irmã, é tipico, mas também não o vou negar jamais. Como ela pode amar alguem primeiro que eu? Como pode achar alguem primeiro que eu? E o que ela tem melhor que eu? Ser filha de um cantor e eu de um qualquer? Não entendo como o nosso paizinho aceita tal relação , pois ele é tão sei la. Eu não vou deixar que ela seja melhor que eu.
(Theresa)
Um caminho, na vida por momentos temos de mudar ou dar um rumo. Quando sabemos que aquilo que tanto queriamos que terminasse, ou seja, o marco, não vai terminar? Temos de ser nós, a sair de algo assim, enquanto conseguimos como é óbvio vou ter muito a agradecer a quem me ajudou. Porque talvez se eles não fossem uns bons corações não me tinham ajudado de tal forma. Preciso ir. Sem um destino, sem nada planeado, apenas ir. Sem dizer para onde, sem deixar que me encontrem porque mesmo que tentem me encontrar em algum sitio eu não vou estar lá mais.
“Kelly, quero desde já agradecer por tudo e pedir desculpas por tudo o que te fiz e o que fiz aos teus. Se apesar de tudo, ficaram meus amigos e me quiseram proteger daquele filho da mãe, um enorme obrigado. Até a  tua mãe me ajudou, é mesmo serem pessoas de bons corações postas na minha vida por este motivo. Sem vocês não tinha concretizado um dos meus sonhos e objetivos que era ter a minha casa. Apesar de ter sido pela pior forma, consegui uma. Mas hoje.. vou ter de ir por ai, sem um destino certo. Obrigado e não tentem e não perguntem ou tentem falar comigo pois vou estar incontactável. Preciso pensar, preciso de por as ideias no lugar.. Mas principalmente saber o que devo fazer amanhã.  Bem shawn sei que agora estás feliz com a kelly! Mas como talvez sempre imaginaste, eu tinha ciumes, sabes aqueles tipicos ciumes? Yha esses. Mas tudo passa, e sei que agora estamos todos bem, e continuo a ter de vos agradecer por ate me terem deixado ficar na vossa casa. As vossas filhas são uns amores. Obrigado”
Deixo-lhes uma carta na caixa de correio da casa da kelly. Pego nas malas que trago comigo e vou para a paragem mais perto. Ao entrar no autocarro, dou uma breve vista de olhos pelas pessoas que estavam no mesmo meio de transporte que eu e sigo para um lugar semi distante destas pessoas e coloco os fones nos ouvidos para poder pensar melhor. Aponto os números que não quero perder nunca, e parto o cartão que estava no meu cartão e ponho um novo que comprei. Ao chegar ao aeroporto de Lisboa, vou comprar o bilhete e fazer os processos todos e sigo para o avião. Deixando que todas as memórias invadem a minha cabeça, todas de uma vez e todas muito rápidas , mas podem acreditar que cada uma me deixa com mais lágrimas ainda e com uma pequena dor no peito. 
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s